Notícias

05/09/2017 - MEC comemora 80 anos dos programas do livro didático e anuncia concurso literário

O Ministro Mendonça Filho, visitou o estande do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na 18ª edição da Bienal Internacional do Livro Rio, no Riocentro, na capital fluminense. Acompanhado do presidente da autarquia, Silvio Pinheiro, o ministro celebrou os 80 anos das políticas públicas de livros didáticos e anunciou o concurso literário Faça parte dessa história, lançado em comemoração à data.
 
“O Programa Nacional do Livro e do Material Didático [PNLD] é um dos programas mais relevantes do FNDE, e está aí justamente para oferecer o apoio necessário não só em relação ao livro didático, mas também à difusão da cultura e da leitura”, destacou Mendonça Filho. “Precisamos estimular a leitura, o que deve começar cedo, e uma feira como essa proporciona esse estímulo para que as crianças e jovens possam buscar, através da literatura e da leitura, a ampliação do conhecimento e uma visão do mundo cada vez mais aberta”, completou.
 
O Programa Nacional do Livro e do Material Didático busca prover as escolas de educação básica de registros didáticos e pedagógicos, ampliando o acesso ao livro e a democratização do acesso às fontes de informação e cultura. “O FNDE e o MEC são grandes incentivadores da leitura e do bom uso do livro. Esse ano nós completamos 80 anos do nosso PNLD, o que demonstra toda a identificação da bienal com o FNDE e com o Ministério da Educação”, celebrou Silvio Pinheiro.
Concurso – O concurso Faça parte dessa história reunirá os maiores talentos das escolas públicas do Brasil na arte de escrever, visando o envolvimento desses estudantes na execução do PNLD. Lançado em comemoração aos 80 anos das políticas públicas de livros didáticos, o concurso é voltado para estudantes devidamente matriculados em turmas de ensino fundamental e médio das escolas públicas brasileiras.
 
As inscrições serão realizadas de 30 de setembro e a 30 de novembro e deverão ser efetuadas unicamente pela página do FNDE na internet. Poderão ser inscritas obras nos seguintes gêneros literários: poema, conto, crônica, novela, teatro, texto da tradição popular, romance, memória, diário, biografia, relatos de experiências e história em quadrinhos.
Estande – Com mais de 300 metros quadrados, o estande do FNDE está localizado no pavilhão 4 e apresenta livros de programas do governo federal, como o Programa Nacional do Livro e Material Didático, o Programa Nacional Biblioteca da Escola e o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. No espaço, além de ouvir histórias e interagir com autores, os visitantes terão a oportunidade de conhecer de perto um ônibus do programa Caminho da Escola.
 
Bienal – Maior evento literário do país, a Bienal do Livro Rio é um ponto de encontro que destaca a importância do livro, incentivando a cultura, a literatura e a educação. O evento, que começou nesta quinta-feira, 31, está em sua 18ª edição e vai até o dia 10 de setembro. A programação inclui debates, bate-papos com personalidades e escritores e atividades culturais que promovem a leitura.
 
Para a professora Claudia Aparecida Cruz, visitante da exposição, a Bienal do Livro leva os alunos ao conhecimento. “Aqui é o momento deles desfrutarem desse maravilhoso mundo que é a leitura, e nós sabemos que a leitura é tudo. É um momento de educação, de comprometimento com o mundo”, disse. A estudante do quinto ano, Ana Vitória Barroso, de 11 anos, concorda. “É muito bom estar aqui porque a gente vai aprendendo cada dia mais, aumentando nossa criatividade, aprendendo coisas que não sabe”.
 
Mais informações sobre a programação da 18ª Bienal do Livro Rio podem ser acessadas na página do evento.

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados