Notícias

30/08/2016 - Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor

Cada elemento da natureza ativa aspectos específicos no desenvolvimento das crianças, segundo Gandhy Piorski. O artista plástico que pesquisa o universo infantil há mais de 20 anos, defende a importância dos chamados “brinquedos da natureza”. Ele pesquisou brinquedos de crianças de 25 comunidades no Ceará e passou a catalogar como as crianças interagem e criam seus brinquedos a partir dos elementos naturais. Os exemplos abaixos foram divulgados no site Catraquinha.

Brinquedos do Fogo

Os brinquedos do fogo são os que sugerem explosão corporal, adrenalina. Um exemplo é a brincadeira de pular corda, que usa muitas expressões como “queimou" ou "foguinho". Brincadeiras de sombra ou de fazer cinema, com lanternas ou velas, também são do elemento fogo. Os brinquedos deste elemento sugerem uma certa transgressão, como por exemplo, pegar fósforos escondido. As crianças que brincam com fogo desafiam ordens e medos, além de provocarem superações. Brincar de fazer comida com fogo imaginário, também é um exemplo de brincadeira deste elemento.

Brinquedos da Água

Os brinquedos da água estimulam o olhar da natureza, bem como a simetria e o equilíbrio. O melhor exemplo destes brinquedos são de coisas que flutuam, como barquinhos feitos com os mais variados materiais – sempre montados para não virarem com o movimento da água e não se afundarem nela, através da citada visão de simetria e equilíbrio. Brincar de pescaria também entra nesta categoria. Os brinquedos da água são os da fluidez, da leveza, os que superam obstáculos.

Brinquedos da Terra

Os brinquedos da terra são aqueles do universo da casa, da família, os que imitam a vida cultural, os que têm contato com a matéria e os de pés no chão, os que sugerem um enraizamento social. Brincar de se aterrar na areia, de moldar objetos com barro e de investigar o que se tem dentro das coisas – como a anatomia de animais –, por exemplo, são brinquedos da terra. Brincar de casinha, fazendinha, cozinha, montaria, carros de boi, lutas de espadas, são todos pertencentes ao elemento terra por sua dimensão cultural e por fazerem com que as crianças criem novas formas de cultura através de sua imaginação. As brincadeiras da casinha ou de fazer comida, por exemplo, se remetem à nutrição, ao servir, à partilha, ao cuidar de bonecas (crianças), ao carinho pela família.

Brinquedos do Ar

Os brinquedos do ar são aqueles que ampliam a visão e os sentidos, que trazem a contemplação, que remetem a uma ideia de leveza e que sugerem um deslocamento social. As pernas de pau entram nesta categoria, pois a criança, ao usar o brinquedo, amplia sua visão do mundo, o enxerga sob outra ótica. Petecas, pipas, aviãozinho e todos os brinquedos que dependem de aerodinâmica, também são do ar. Brincadeiras com penas – que observam ou imitam pássaros –, com asas, ou até pulos expansivos também são considerados brinquedos deste elemento da natureza. (EBC)

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados