Notícias

05/08/2016 - Leitura ajuda a viver mais, diz estudo

Se adora passar horas lendo, temos boas notícias para você. De acordo com um estudo publicado recentemente na revista científica Social Science and Medicine, os leitores vivem, em média, mais dois anos do que os que não têm o hábito de ler. Ler jornais ou revistas também traz benefícios para a longevidade, mas não tantos como ler livros.

Um grupo de investigadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, chegou a esta conclusão depois de analisar informações sobre a saúde e os hábitos de leitura de 3.635 pessoas com, pelo menos, 50 anos de idade.

Os participantes foram divididos em três grupos: os que não costumam ler livros, os que têm o hábito de ler algum livro por até três horas e meia semanais e, aqueles que passam mais de três horas e meia por semana lendo.

Os resultados mostraram que os participantes que tinham o hábito de ler livros viviam, em média, mais dois anos do que os que não liam. Os investigadores concluíram também que as pessoas que passam mais de três horas e meia por semana lendo correm um risco de morte 23% menor do que aquelas que nunca leem.

Embora não saiba afirmar o motivo dessa relação, Becca Levy, autora do estudo, afirma que as pessoas que relataram ler livros por apenas meia hora por dia tinham maior probabilidade de viver mais do que aquelas que não nunca liam.

E essa vantagem permaneceu mesmo após terem sido feitos ajustes tendo em conta variáveis como renda, educação, capacidade cognitiva, entre outras. ´Estes resultados sugerem que os benefícios da leitura de livros incluem uma vida mais longa para ler´, escreveu a autora, segundo cita a revista Veja. (Notícias ao Minuto) 

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados