Notícias

14/03/2016 - Brasil: sem ditadura, por favor!

Por *Cláudia Santa Rosa 

É indiscutível a necessidade de reorganizar a “casa”.

O Brasil vive um momento de amadurecimento da democracia e, portanto, das suas instituições. Já não se esconde por muito tempo a corrupção medonha que há séculos impõe prejuízos à maioria e joga ao lixo intenções de alguns de instalar equidade e justiça social.

Há quem aposte que nunca se “roubou” tanto os bens da coletividade como tem ocorrido nos últimos 13 anos, há quem afirme que os processos foram aperfeiçoados na “Era Petista”. Sinceramente: a minha hipótese é de que nunca foi tão difícil esconder falcatruas. Fico a imaginar quantos não se tornaram milionários num passado de facilidades. Porém, nem de longe tal condição deve servir de justificativa para o presente cinzento que se revela.

Vivemos o ápice das tecnologias da informação e da comunicação. Com uma facilidade incrível se grava conversas, fotografa ou filma situações das mais esdrúxulas, envolvendo a gestão pública, de norte a sul do país. São corriqueiras, pois, as reportagens exibidas em rede nacional.

Mas, é no âmbito do Governo Federal que a corrupção mais parece o fio de um novelo sem fim, a tecer a rede de vergonha de uma nação. Convenhamos: impossível não ser nada. Para alguns, indiscutivelmente, os tempos são de desmonte de um mito, um herói, um líder carismático: o ex-presidente Lula.

As manifestações populares de hoje, nas ruas de centenas de cidades brasileiras e de outras países, são sinais de indignação sem espaço para partidarismos, é o que penso e ouço. Urge que se tenha cautela ao evocar a volta dos militares ao comando do país.

Nasci na década de 70 e nada sei do que tenha sido viver no Regime Militar. Sei da história, dos depoimentos tristes. Penso como seria viver em silêncio, censurada, passos controlados, obediente.

Isso tudo para dizer que o Brasil não precisa retroceder para combater a corrupção. No passado o povo foi às ruas lutar pelas “Diretas”, pela democracia.

Que agora o povo brasileiro não vá às ruas pedir que os militares assumam o poder, por favor!

*Professora, especialista em Psicopedagogia, Mestre e Doutora em Educação. Diretora Executiva do Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE) e Coordenadora do “Esquina do Conhecimento, projeto pedagógico da Escola Estadual Manoel Dantas. É articulista de temas relativos à Educação e no ano de 2014 passou a publicar, também, minicontos de amor, crônicas e poemas que são tentativas de incursão pelo universo do texto literário. (educadora@claudiasantarosa.com)

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados