Notícias

22/01/2016 - Professor de escola pública usa fotografia para valorizar alunos

Uma exposição fotográfica começou a mudar a rotina do Colégio Estadual Rubens Farrulla, em São João de Meriti (RJ), na Baixada Fluminense, no final do ano passado. Idealizada pelo professor de história Thiago Santos da Costa, 30, o objetivo da mostra foi chamar a atenção para a indiferença de muitos professores em relação aos seus alunos. 

Com isso na cabeça, Costa encontrou na fotografia uma forma para dar voz aos estudantes, por meio de retratos e legendas. "Minha ideia surgiu de um grande desconforto que comecei a sentir ao ficar na sala dos professores. Eles não tentam realmente entender o que existe por trás do aluno, como é a cultura dele ou como os estudantes se expressam, seus hábitos sociais", explicou Costa, graduado pela UFF (Universidade Federal Fluminense). "Por isso a sala dos professores sempre foi um lugar desagradável pra mim. Lá eles [os professores] colocam todas as frustrações, todos os preconceitos."

Desde novembro passado, 40 retratos - dentre 130 fotos feitas - passaram a integrar dois grandes corredores do colégio na exposição permanente chamada "Vozes". As composições de imagens e legendas dão o tom da mostra, que reuniu estudantes do 7º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio.

Mesmo com a crítica, Costa conta que recebeu elogios, tanto de docentes quanto de estudantes. "Os alunos se sentiram representados e claramente gostaram da ideia. Inclusive, vários reclamaram que não estavam ali [nas paredes]."

Desenvolvimento

Entre a ideia, as primeiras fotografias e a exposição foram quase dois anos de trabalho. Segundo Costa, o tempo foi importante para que o formato fosse amadurecido e o projeto fosse bem feito.

Ele lembra que não usou filtros para selecionar os alunos fotografados. O projeto fluiu e contemplou várias idades. "Primeiro comecei a levar minha câmera para o pátio e comecei a tirar fotos sem compromisso. Depois convidei os alunos. Quem teve interesse, me procurou."

Para compor as legendas das fotos, o professor selecionou frases e trechos de músicas escritos por seus alunos em uma atividade cujo título foi: "Carta para a escola". "Eu pedi que eles imaginassem a escola como uma pessoa e pedi que eles falassem tudo o que gostariam de falar no texto e no final que eles dedicassem uma música para a escola. Recebi mais duas mil redações nesse formato", lembrou animado.

Depois de ler as mensagens dos estudantes, Costa procurou relacionar as fotos com frases de destaque para fazer as legendas. "O aluno é rico culturalmente e ele tem coisas para falar. Eu tentei dar essa voz. Talvez tenha sido uma das primeiras vezes em que os alunos foram as estrelas."

Quem quiser visitar a exposição, a escola fica localizada na avenida Plácido Figueiredo Júnior, s/n°, Vila Rosali. A visitação no período das férias será das 10h às 16h. Mesmo sendo permanente no colégio, o grande desejo do professor é que as fotografias ganhem novos espaços e as vozes dos estudantes sejam "ouvidas" por ainda mais pessoas.

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados