Notícias

08/01/2016 - Ano termina sem aprovação do Plano Municipal de Educação em Natal

O ano de 2015 termina sem a aprovação do Plano Municipal de Educação pela Câmara Municipal de Natal. Fato considerado uma das maiores perdas pela professora Cláudia Santa Rosa, diretora do Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE). A educadora também chamou a atenção para o déficit de professores no Rio Grande do Norte que prejudica o andamento do ano letivo.

“A educação esse ano eu diria que viveu um momento de calma, todo mundo na expectativa da nova gestão. Foi um ano que não se registrou greves. Por outro lado, foi um ano também que a educação ainda conviveu com a falta de professores, podemos acompanhar algumas matérias sobre a falta de professores durante o ano letivo. Eu considero como o grande desafio para 2016 é o funcionamento regular das escolas, com professores atendendo toda a rede escolar”, ressalta.

Quando questionada sobre a educação no município de Natal, Santa Rosa, destaca alguns avanços na questão estrutural das escolas infantis, porém sugere a necessidade da aprovação do Plano Municipal de Educação.

“Em 2015 tivemos avanços na construção dos centros de educação infantil, porém Natal não conseguiu aprovar o seu Plano Municipal de Educação, demorou muito, o documento chegou tarde a Câmara de Vereadores. Entramos 2016 sem ele, que é o planejamento da educação para os próximos 10 anos. É uma pena, uma perda a não aprovação”, destaca.

A diretora do IDE também enfatizou que é necessário aguardar o anúncio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2015 para avaliar os números da educação em Natal. “Tem municípios do interior que detém notas melhores que Natal, provavelmente em julho de 2016 será divulgada a nota. O IDEB é a melhor forma de avaliar o desempenho da educação”, finaliza.

Fonte: AGORA RN

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados