Notícias

30/10/2015 - FLIN vai transformar Natal na capital nacional do livro

FLIN tem proposta de estimular a diversidade e a troca de experiências literárias (Foto: Alex Régis)

                                                                                                                                                         (Foto: Alex Régis)

O final do ano se aproxima e, junto com o período, chega também o “Natal em Natal”, tido hoje como o principal projeto cultural do Estado. O evento organizado pela Prefeitura de Natal é conhecido pela sua diversidade, congregando todos os tipos de manifestações culturais, ao abrir espaço para artes como a literatura, o teatro, a música, o audiovisual e as artes plásticas.

Os livros merecem um destaque especial, já que o Festival Literário de Natal vai transformar a cidade numa espécie de centro nacional da literatura neste início de novembro. O FLIN será realizado de 4 a 7 de novembro, dando seguimento ao projeto de reunir escritores, poetas, músicos e pensadores, além do público que vai acompanhar os debates. Para o dia 6 de novembro, inclusive, está confirmada a esperada participação do cantor e compositor Gilberto Gil na mesa “Gilberto Bem Perto”, ao lado da sua biógrafa, a jornalista e escritora Regina Zappa, e do secretário municipal de Cultura, Dácio Galvão. Em seguida, Gilberto Gil fará um show para o público presente, no Largo Augusto Severo.

Todos os dias, das 8h30 da manhã até 0h, os espaços estarão preenchidos com atividades variadas e gratuitas. Debates de alto nível com autores de alcance internacional, encontros onde a literatura potiguar estará presente em várias frentes, espaços do professor, atividades para crianças, palestras, oficinas, recitais, lançamentos de livros e apresentações musicais, numa grande celebração em torno da literatura.

A programação vai se dividir em vários espaços. O FLIN contará com a Tenda Principal, espaço climatizado com capacidade para receber 700 pessoas, com a tenda Moacy Cirne, também climatizada e com plateia para 100 pessoas sentadas e com o museu Djalma Maranhão, com atividades contínuas no auditório Cornélio Campina e no salão de exposições Xico Santeiro. Haverá ainda a área externa, com presença dos estandes das principais editoras de livros da cidade, entre elas o Sebo Vermelho, o Jovens Escribas, a Cooperativa Cultural da UFRN e a Livraria Nobel. Por fim, a área de convivência terá food trucks, espaço lúdico e biblioteca móvel da Bibliosesc.

Este ano, quase 100 autores estarão debatendo nas mesas literárias. Além de Gilberto Gil, nomes do porte de Marina Colasanti, Eucanaã Ferraz, Antônio Cícero, Eduardo Jardim, Antonio Carlos Secchin, Murilo Melo Filho, Diógenes da Cunha Lima, Paulo de Tarso Correia de Melo e Woden Madruga. Todos representantes da literatura nacional e potiguar, o que cumpre uma das propostas do FLIN, de promover a diversidade e a troca de experiências.

O prefeito Carlos Eduardo celebra a realização do FLIN e do inicio das festividades do Natal em Natal. Ele reforça que, mesmo com a crise financeira, os investimentos na Cultura foram mantidos graças ao trabalho, empenho e articulação da gestão municipal, que se articulou junto à iniciativa privada e aos ministérios da Cultura e do Turismo para conseguir os recursos e promover essa política de incentivo ao segmento artístico-cultural. “Um outro fator importante que norteia a nossa decisão é que a realização do Natal em Natal ultrapassa a barreira da Cultura e impacta diretamente na economia da cidade”, complementa Carlos Eduardo.

Sobre as expectativas em torno do FLIN, o prefeito é só otimismo. A edição de 2015 é especial, diz ele, referindo-se ao incremento da participação de autores locais e ainda com uma integração entre os imortais das academias Norte-rio-grandense e Brasileira de Letras. “Vamos trazer grandes nomes da literatura brasileira. Além disso, destaco o debate em torno do centenário de Djalma Maranhão como um dos grandes momentos do Festival deste ano. Por fim, Gilberto Gil nos brindará com seus pensamentos e com um grande show no largo Augusto Severo”, elenca o prefeito.

Fonte: Portal G1

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados