Notícias

31/08/2015 - Prazo para escolha do livro didático irá até 8 de setembro

Prazo para a escolha dos livros didáticos que serão utilizados pelos alunos dos períodos iniciais do ensino fundamental (primeiro ao quinto anos) começou dia 28 de agosto e irá até 8 de setembro. Os livros serão utilizados a partir do próximo ano letivo. Professores, diretores e coordenadores educacionais das redes públicas de ensino têm prazo até 8 de setembro para indicar, no sistema eletrônico do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), as obras mais adequadas ao projeto pedagógico de sua escola.

Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2016 apresenta duas novidades em relação a edições anteriores. Esta será a primeira vez que estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental receberão livros de arte, já que no PNLD 2015, alunos do ensino médio já foram contemplados com livros dessa disciplina. Além disto, os professores terão duas opções com relação aos componentes de ciências, história e geografia. Podem optar por obras específicas de cada uma dessas disciplinas ou escolher a coleção integrada de ciências humanas e da natureza, que engloba todos os componentes.

Para auxiliar na escolha, o FNDE disponibilizou em seu portal eletrônico, o Guia de Livros Didáticos 2016, no qual contém resenhas e informações de cada uma das obras aprovadas para o Programa Nacional do Livro Didático. Com o guia em mãos, docentes e demais servidores envolvidos no processo podem conhecer melhor os livros disponíveis e selecionar os mais adequados ao método de ensino de cada escola. Após a consulta, basta entrar no sistema do FNDE e formalizar a escolha.

Para esta edição do PNLD, serão selecionadas obras didáticas de todos os componentes curriculares dos anos iniciais do ensino fundamental (primeiro ao quinto ano): letramento e alfabetização linguística, alfabetização matemática e ciências humanas e da natureza (primeiro ao terceiro ano); ciências, história e geografia (segundo e terceiro ano); língua portuguesa, matemática, ciências humanas e da natureza, história, geografia, ciências e arte (quarto e quinto ano), além de livros com temáticas regionais para o quarto ou quinto ano do ensino fundamental.

Coordenadora-geral dos Programas do Livro do FNDE, Sonia Schwartz, defende que todo o corpo docente de cada unidade de ensino participe dos debates e da escolha do livro didático. “A própria escola e a secretaria de educação precisam garantir essa efetiva participação dos professores”, afirma.

Rodrigo Zuza | Observatório da Educação do RN


Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados