Notícias

08/06/2015 - Profissionais de educação infantil de Natal participarão de formação do Instituto C&A

O Instituto C&A vai realizar, de 8 a 12 de junho, a oitava formação de assessores, supervisores e gerentes de educação infantil dos municípios participantes do projeto Paralapracá. O encontro será realizado em Natal e vai reunir prefeitos e profissionais das Secretarias Municipais de Educação local e também de Maceió, Maracanaú (CE), Olinda (PE) e Camaçari (BA), além de representantes do Instituto C&A e da professora-doutora Cláudia Pimentel, que leciona na UFRJ e integra o grupo de pesquisa Laboratório de Estudos de Linguagem, Leitura, Escrita e Educação (Leduc), e da professora Vera Santana, da ONG Conexão Felipe Camarão, sediada em Natal.

Na programação do evento está prevista uma série de diálogos para aprofundar as concepções sobre literatura, narrativas orais e cultura comunitária, além do contato com experiências bem-sucedidas na educação realizadas em Natal, a fim de alinhar as possibilidades e os desafios para implementá-las nos demais municípios participantes. Discussões sobre tematização da prática e leitura e escrita na educação infantil também estão em pauta, além de apresentações de narrativas da cultura popular e narrações sobre educação infantil e cultura, comandadas pelas especialistas convidadas, professora-doutora Cláudia Pimentel e professora Vera Santana.

Esse é o segundo ciclo do Paralapracá, que se iniciou em 2013 e, no ano passado, formou 2 mil professores e 358 coordenadores pedagógicos. Mais de 51 mil crianças de 392 creches e pré-escolas foram atendidas. A etapa contou com a adoção da plataforma virtual Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), ferramenta que se propõe a potencializar a formação continuada de profissionais de educação infantil. O encontro em Natal também visa aprofundar as estratégias de consolidação e expansão do AVA, ressaltar sua importância a toda a equipe e fortalecer as assessoras do Paralapracá como formadoras e mediadoras da plataforma.

Lançado em setembro de 2014, o AVA foi desenvolvido em parceria com a Avante Educação e Mobilização Social, e teve o apoio técnico da Entremeios, plataforma que promove chats com especialistas e fóruns de debates para discutir temas variados, como desenvolvimento infantil, organização do ambiente e prática pedagógica. O AVA também disponibiliza artigos técnicos e outros materiais formativos, que complementam a formação presencial oferecida pelo projeto Paralapracá.

Concebido para atuar em duas linhas de ação complementares, a formação continuada de profissionais de educação e o acesso a materiais de qualidade, tanto para as crianças quanto para os professores, o projeto Paralapracá tem um processo de formação dos docentes que se baseia nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Seu desenvolvimento prioriza seis eixos: brincadeiras, artes visuais, música, literatura, exploração do mundo e organização do ambiente.

O trabalho é realizado com base no estabelecimento de alianças com as Secretarias Municipais de Educação, selecionadas para participar do projeto por meio de edital. A formação é promovida em parceria técnica com a Avante Educação e Mobilização Social, organização sem fins lucrativos, com sede em Salvador.

Objetivos do projeto Paralapracá

Geral:
Contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento de crianças na educação infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral.

Específicos:
- Promover a formação continuada de profissionais de educação infantil, com vistas a incidir na política educacional do município.
- Oferecer materiais pedagógicos de qualidade a crianças e profissionais de educação infantil, de forma a inspirar as redes de escolas nas decisões relativas à aquisição de material.
- Demonstrar a possibilidade de transformar em práticas cotidianas as orientações e políticas nacionais de educação infantil.
- Promover o desenvolvimento das competências necessárias para que os técnicos das Secretarias de Educação e coordenadores pedagógicos tornem-se referências como formadores.

Programa Educação Infantil

O programa Educação Infantil tem como princípio que toda criança tem direito a uma escola justa, plural e acolhedora. Seu objetivo é contribuir para o acesso à educação de qualidade de crianças de até 6 anos. Sua principal característica é priorizar investimentos em projetos de larga escala e na qualificação de professores.

Uma das frentes de trabalho do programa Educação Infantil é o projeto Paralapracá, que tem como objetivo colaborar para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na educação infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral. Cinco municípios da Região Nordeste participaram do primeiro ciclo do projeto Paralapracá, que terminou em dezembro de 2012: Campina Grande (PB), Caucaia (CE), Feira de Santana (BA), Jaboatão dos Guararapes (PE) e Teresina. A ação foi desenvolvida em parceria com as Secretarias de Educação desses municípios. No segundo ciclo, a aliança do Instituto C&A foi estabelecida com as Secretarias Municipais de Educação de Camaçari (BA), Maceió, Maracanaú (CE), Natal e Olinda (PE).

Outra atuação do programa Educação Infantil é feita por meio do apoio a movimentos sociais e a redes da sociedade civil, na formulação e no monitoramento de políticas públicas voltadas à primeira infância.

Sobre o Instituto C&A

O Instituto C&A foi criado em 1991, com o objetivo de planejar, gerenciar e executar a política de investimento social da C&A. A instituição atua com foco na promoção da educação de crianças e adolescentes, por meio de alianças interinstitucionais e do apoio a organizações da sociedade civil. Em 2015, o Instituto C&A passou a representar a C&A Foundation no Brasil, organização social de origem privada, que possui iniciativas voltadas para a melhoria das condições de vida de pessoas ligadas ao setor têxtil e à ajuda humanitária.

Com o respaldo da fundação, o Instituto C&A amplia suas atividades no País. Além dos já fortalecidos programas das áreas de Educação, Arte e Cultura; Desenvolvimento Institucional e Comunitário; e Mobilização Social, o Instituto C&A constitui uma frente de trabalho dedicada à melhoria das condições de vida de pessoas ligadas ao setor têxtil, com ênfase em produto (apoio ao desenvolvimento de matérias-primas mais sustentáveis), fornecimento (apoio à indústria de vestuário, para reduzir o impacto ambiental de suas operações) e pessoas (melhoria das condições de vida daqueles que participam da cadeia de fornecimento de vestuário).

Desde a sua criação, o Instituto C&A já investiu mais de US$ 112 milhões, em 1.820 projetos sociais, em mais de cem cidades. Tais ações contaram com a participação de aproximadamente 1 milhão de pessoas, especialmente crianças, adolescentes e educadores.

Fonte: Prefeitura Municipal do Natal

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados