Notícias

08/09/2014 - RN tem segundo pior Ideb do país no ensino médio da rede estadual

A rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte teve o segundo pior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2013/2014 do país. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (5) pelo Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Com uma nota de 2,7, o ensino médio das escolas do RN ficou empatado com Mato Grosso e Pará, e só ficou acima de Alagoas (2,6) no ranking nacional. A posição permaneceu a mesma do ano passado. O estado ficou 0,5 abaixo da nota projetada 2013, que apontava o RN com um índice de 3,2.

O mau desempenho se repetiu nos anos finais do ensino fundamental. A nota da rede estadual de ensino potiguar aumentou de 2,9 para 3,1, mas ficou empatada antepenúltimo lugar com a Bahia. O resultado só foi superior ao das escolas de Alagoas e Sergipe (2,7), e Pará e Paraíba, com nota 3,0. A projeção era de nota 3,4.

Nos anos iniciais do ensino fundamental o Rio Grande do Norte (3,9) só foi melhor do que Amapá (3,8) e Pará (3,6). O índice cresceu 0,2 em relação ao Ideb de 2011. A meta projetada para 2013 era 3,6.

A Secretaria Estadual de Educação (SEEC) fez ressalvas ao resultado. De acordo com a SEEC, a avaliação é amostral e só selecionou 50 das 290 escolas da rede estadual de ensino com ensino médio. A secretaria conta que as instituições, selecionadas aleatoriamente, possuíam fragilidades e que um resultado ruim já era esperado. A SEEC acrescenta que não quer justificar o mau desempenho nem criticar a pesquisa.

Rede privada
Os resultados ruins se estenderam à rede privada do Rio Grande do Norte. No ensino médio a nota de 4,8 foi a pior do país ao lado do Rio de Janeiro, Sergipe e Maranhão para uma projeção de 5,6.

Nos anos finais do ensino fundamental a nota de 5,6 deixou o RN na frente de Sergipe, Bahia, Alagoas, Rio de Janeiro, Paraíba, Maranhão, Amapá, Pará e Rondônia. O resultado melhorou mas ainda ficou abaixo da nota projetada de 5,8.

Já nos anos iniciais do ensino fundamental, as escolas privadas potiguares só ficaram a frente das instituições dos estados do Maranhão e Paraíba.

Ideb
O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública. Foi criado em 2007 pelo Inep e leva em conta dois fatores que interferem na qualidade da educação: rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e médias de desempenho na Prova Brasil, em uma escala de 0 a 10.

Assim, para que o Ideb de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente a sala de aula.

Fonte: G1

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados