Notícias

29/04/2013 - Secretaria Municipal de Educação de Natal teve projeto aprovado pelo Instituto C&A

Fonte: Instituto C&A - 24/04/2013

 

Barueri (SP) – O Instituto C&A divulga o resultado do edital de seleção para o projeto Paralapracá de formação de profissionais da educação infantil. Para participar do próximo ciclo do projeto, com atividades previstas já a partir de maio, foram selecionadas as Secretarias Municipais de Educação de Camaçari (BA), Maceió (AL), Maracanaú (CE), Natal (RN) e Olinda (PE). O edital era voltado a municípios e regiões metropolitanas do Nordeste do Brasil.

O projeto Paralapracá é uma ação do programa Educação Infantil, do Instituto C&A, que visa contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na educação infantil. O projeto possui dois âmbitos de atuação: a formação continuada de profissionais da educação e o acesso a materiais pedagógicos de qualidade, tanto para as crianças quanto para os professores.

O projeto foi lançado em agosto de 2010 e implementado em cinco municípios do Nordeste brasileiro: Campina Grande (PB), Caucaia (CE), Feira de Santana (BA), Jaboatão dos Guararapes (PE) e Teresina (PI). O primeiro ciclo do projeto terminou em dezembro de 2012.

O trabalho foi desenvolvido em parceria com as Secretarias de Educação das cidades envolvidas, em regime de cooperação técnica. Cerca de 1.100 professores das redes municipais de educação infantil destas localidades passaram a participar de programas de formação em torno dos eixos brincadeira, música, arte, literatura, exploração do mundo e organização do ambiente, beneficiando mais de 14 mil crianças.

As Secretarias Municipais de Educação contempladas com o novo edital receberão apoio técnico para formação continuada de professores e materiais pedagógicos desenvolvidos para o projeto. A previsão de duração do novo ciclo é de até 30 meses, sujeito a renovação anual.

Neste ano, além da seleção em edital dos cinco novos municípios, o Instituto C&A decidiu estender por mais um ano o acordo de cooperação técnica com dois dos municípios parceiros no primeiro ciclo do trabalho: Jaboatão dos Guararapes e Teresina. O processo de definição destes municípios foi realizado em março, por meio de uma seleção feita por carta-convite.
 
Originalmente, o edital do projeto Paralapracá previa a seleção de apenas quatro municípios. Sessenta e cinco cidades se inscreveram no edital, que previu um processo seletivo conduzido por um comitê de especialistas em duas etapas – análise documental e visitas técnicas. A determinação de ampliar para cinco o número de municípios selecionados considerou o tamanho das redes de educação infantil finalistas.
 
“A decisão final estava entre cinco cidades. Foi feita uma análise sobre o número de estabelecimentos, professores, coordenadores e alunos matriculados nessas redes, o que revelou que poderíamos acolher mais um município”, relata Patrícia Lacerda, gerente da área Educação, Arte e Cultura do Instituto C&A, à qual está vinculado o programa Educação Infantil.
 
Segundo balanço do programa Educação Infantil, o novo ciclo do projeto Paralapracá nos cinco municípios selecionados envolverá 141 unidades de educação infantil, 169 coordenadores, 995 professores e 20.280 crianças.

Um projeto Sinduscon RN e IDE.

Observatorio da Educação (c) 2012 - Todos os os direitos reservados